Instalando Puredata

Uma dica para quem vai instalar o Puredata para fazer os tutoriais e usar patches deste sítio e outros similares: A versão “oficial” do puredata é a que está disponível em repositórios como do Ubuntu e Debian e é a chamada “vanilla’ ou “core” – esta é apenas a parte que é homologada e mantida pelo criador do projeto, Miller Puckette.

Porém, existe já há alguns anos um repositório adicional de bibliotecas e patches desenvolvidos pela comunidade, incluindo aí bibliotecas par trabalho com saída/entrada de vídeo, imagens, computação 3d e dispositivos de interação física.

A maneira mais simples de instalar um pacote bem completo destas biblotecas é usando os pacotes compilados automaticamente com a versão mais recente do repositório que podem ser encontrados no seguinte link:
http://autobuild.puredata.info/auto-build/latest/

No ubuntu linux, basta instalar primeiro as dependencias:
#aptitude install tcllib libavifile-0.7c2 libmp3lame0 libflite1

nao esqueça de remover a versão oficial do ubuntu do puredata, pois pe muito desatualizada:

#aptitude purge puredata

e depois basta instalar a versão pd-extended baixada do link mais acima:

#dpkg -i suaversaodepd-extended.deb

Outra atenção que deve ser tomada é que para bibliotecas carregarem automáticamente é necessário que estejam listadas no no menu Startup do Puredata (no caso de bibliotecas compiladas – externals) e no Path (caminho até diretórios de abstrações – bibliotecas feitas com a própria linguagem puredata).

startup

Startup:
binaries

Path:
path

Não esqueça de conferir sempre se a biblioteca que você quer usar está presente nestes menus, assim como se seu sistema operacional possui todas as dependências necessárias para os binários rodarem.

Qualquer dúvida mande um email para nossa lista de discussão.